Quanto ganha um CEO de grandes empresas e como chegar lá

Além da alta remuneração, benefícios como plano de saúde, seguro de vida, carro, blindagem, pagamento de aluguel e da escola dos filhos engrossam os atrativos para desempenhar o posto mais alto dentro de uma organização. Em entrevista para a Revista Veja, Silvana Case, VP Executive Search da Thomas Case & Associados, comenta sobre alguns desses pontos.

Por Gilmara Santos

Em empresas nacionais, os salários mensais variam entre R$ 44 mil e R$ 105 mil, além de bônus anual.

Com remuneração média anual que pode ultrapassar 3 milhões de reais, considerando salário, bônus e incentivo de longo prazo em uma empresa nacional, se tornar CEO é o sonho de todos os executivos. Em uma multinacional os valores são um pouco menores, mas ainda bem atraentes, podendo chegar a 2,4 milhões de reais anuais. Os dados fazem parte da última Pesquisa de Remuneração de Presidentes e Diretores Executivos Brasil 2016-2017, realizada Page Executive.

Conforme a pesquisa, em empresas nacionais, os salários mensais variam de 44 mil de reais a 105 mil de reais, além de bônus anual que pode chegar a 9% do salário mensal. Nas multinacionais, a renda mensal fixa média parte de 42 mil de reais a 98 mil de reais com bônus que atinge 8% do salário mensal.

Além da alta remuneração, benefícios como plano de saúde, seguro de vida, carro, blindagem, pagamento de aluguel e da escola dos filhos engrossam os atrativos para desempenhar o posto mais alto dentro de uma organização.

Chegar a esse ponto requer muita dedicação e empenho. “Primeiro ponto é estar ciente de que é muito difícil chegar lá sem uma boa formação, estudo, atualização constante, saber o que está acontecendo no mundo e domínio de outros idiomas fica ainda mais difícil”, considera Leandro Muniz, diretor-executivo da Page Executive.

O aspirante à vaga de CEO deve ter uma boa base de finanças, ainda que não tenha formação nesta área. “Ter conhecimento na área financeira é o tíquete de entrada para esse jogo. Para quem não tem formação nesta área, vale fazer uma pós-graduação ou ser apenas curioso mesmo. O importante é ter noção da área porque ela tem papel fundamental nos resultados apresentados pelo CEO”, aconselha Muniz.

Silvana Case, vice-presidente da consultoria de soluções em gestão de pessoas e de carreiras Thomas Case & Associados, afirma que ser paciente é fundamental. “Nada acontece da noite para o dia. Estudo é permanente, aprender sobre diversas áreas e ter um bom networking são alguns pontos fundamentais”, diz Silvana.

De acordo com especialistas, quem quer alcançar o cargo mais alto dentro da estrutura empresarial deve ir sempre além das suas obrigações contratuais.

“Tem que tomar riscos calculados, não ser totalmente reativo, fazer sempre mais do que o cargo demanda, estar pronto para contribuir com a empresa e criar soluções diferentes para solucionar os problemas são algumas das atribuições que o candidato ao cargo de CEO deve ter”, avalia André Freire, sócio da Exec.

Também é fundamental que o profissional tenha flexibilidade para mudanças. “Às vezes, para atingir o objetivo é necessário mudar a rota traçada e se adaptar ao que efetivamente a empresa precisa, por isso, tem que estar sempre atento às necessidades do negócio”, orienta Silvana.

“É importante entender o ambiente em que está, conhecer as políticas escritas e não escritas, mas acima de tudo tentar ser o melhor no que faz e não se frustrar caso a promoção ao cargo de CEO não ocorra. Vale lembrar que são poucas vagas para um cargo tão cobiçado”, avalia Muniz.

Para finalizar, ele considera que para ajudar nessa trajetória o executivo deve buscar feedback do empregador e deixar claro os seus desejos dentro da companhia.

Link da reportagem: https://abr.ai/2I3w5Fb

Thomas Case & Associados

Ao longo de 41 anos de atividades, nossos especialistas em Transição de Carreira, Outplacement, Coaching, Executive Search e Desenvolvimento contribuem com reportagens para diversos veículos de comunicação do país, por isso, a Thomas Case & Associados é considerada uma das principais fontes para consultas.