Duas propostas de emprego? Saiba como decidir qual é a mais adequada para você!

Imagine passar meses na busca por um emprego e, de repente, encontrar duas oportunidades de trabalho de uma só vez. Confira a participação de Deise Gomes, Gerente Executiva da Thomas Case & Associados Curitiba, no Yahoo Finanças.

Por Melissa Santos

Imagine passar meses na busca por um emprego e, de repente, encontrar duas oportunidades de trabalho de uma só vez. Nessa situação é preciso estar certo de estar tomando a decisão mais adequada para o seu futuro, mas como escolher entre duas ofertas? Enquanto para muitos o salário maior é o quesito de desempate, existem outros fatores que valem a pena considerar, segundo os especialistas ouvidos pelo Yahoo.

Rodrigo Vianna, CEO da Mappit (consultoria especializada no recrutamento de vagas em início de carreira), reconhece que, ainda hoje, a remuneração costuma ser um dos principais fatores de atração para uma nova oportunidade. “Mas o propósito da nova companhia e flexibilidade no modo de trabalhar (tanto em relação aos horários, como possibilidade de fazer home office) também costumam ser importantes para muitos profissionais, especialmente os mais jovens”, destaca.

Para Deise Gomes, Gerente Executiva da unidade em Curitiba (PR) da Thomas Case & Associados, consultoria de gestão de carreiras e RH, para uma tomada de decisão neste sentido devemos levar alguns pontos em consideração, não apenas salário, que costuma ser por vezes o único ponto avaliado.

“É preciso levar em consideração se o escopo do trabalho faz sentido para sua carreira, bem como se a cultura da empresa está alinhada aos seus valores”, recomenda Gomes.

Em relação à recomendação sobre o critério que deve ser importante para essa tomada de decisão, Vianna acredita que essa decisão é muito relativa e cabe a cada profissional reconhecer suas prioridades.

“O profissional precisa fazer uma análise aprofundada sobre a oportunidade como um todo. Por exemplo, é preciso apurar qual é a cultura da nova empresa e entender se está alinhada com os seus desejos profissionais. Além disso, precisa entender quem será seu gestor direto e qual o método de trabalho dele, também para saber se conversa com o modo de trabalhar. E, por fim, entender também o clima e ambiente da empresa”, fala Vianna.

Um outro ponto que a Gerente Executiva da Thomas Case & Associados recomenda é avaliar antes de tomar uma decisão é se a sua vida profissional e pessoal conseguirão ficar equilibradas nessa posição.

“Fora que também é importante que o pacote de remuneração esteja minimamente alinhado às suas expectativas e que você avalie quais pontos de desenvolvimento, sejam pessoais ou técnicos, você poderá adquirir com essa experiência”, sugere.

“Muitos outros pontos poderiam ser levantados, mas estes costumam ser os mais avaliados e servem para desmitificar uma tomada de decisão puramente com enfoque de salário”, avalia Gomes.

Se ainda assim o profissional persistir na dúvida, Gomes dá a dica: “Realize uma matriz de perdas e ganhos e, desta forma, faça uma escolha mais consciente. Busque ajuda profissional se for necessário, pois isso minimizará muitos contratempos futuros”, fala.

Link da publicação: http://bit.ly/2LGgB9G

Thomas Case & Associados

Ao longo de 42 anos de atividades, nossos especialistas em Transição de Carreira, Outplacement, Coaching, Executive Search e Desenvolvimento contribuem com reportagens para diversos veículos de comunicação do país, por isso, a Thomas Case & Associados é considerada uma das principais fontes para consultas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *