O primeiro dia do novo colaborador deve ser especial

Cuidar das expectativas dos novos funcionários, para que se sintam satisfeitos, é um aspecto que deve ficar em primeiro plano. Confira mais um artigo exclusivo de Norberto Chadad, Presidente da Thomas Case & Associados, para o app da Revista Você S/A.

No contexto atual das empresas, em que o capital humano constitui um dos fatores de sua competitividade, tão importante quanto o processo de recrutamento e seleção eficaz deve ser a integração do recém-contratado à organização. Encontrar profissionais alinhados com as corporações e retê-los, sem esquecer dos colaboradores mais antigos, tem sido uma missão difícil para as empresas, que competem constantemente no acirrado mercado de trabalho.

É importante que o profissional que chega seja apresentado aos demais colaboradores e que as rotinas da empresa também sejam expostas imediatamente a ele. Cuidar das expectativas desses novos funcionários, para que se sintam satisfeitos e, efetivamente, parte integrante da companhia, é outro aspecto que deve ficar em primeiro plano.

Reconhecemos que o sucesso do acolhimento e da integração de um colaborador depende da qualidade de suas interações sociais estabelecidas com os outros membros organizacionais. O papel da empresa neste processo é propiciar um conjunto de valores, motivações e expectativas. Para tal, é importantíssimo possuir ferramentas e instrumentos apropriados que garantam o estabelecimento e manutenção de um equilíbrio social adequado.

Umas dessas ferramentas é a implantação do manual de boas-vindas. Esse documento serve como guia para o processo de acolhimento e integração, trazendo, de forma acessível e clara, todas as informações relevantes sobre a empresa: estrutura, áreas de negócios, recursos humanos, valores, regras e normas consideradas importantes.

O clima organizacional, por exemplo, faz toda a diferença e deve ser acompanhado de perto. Colaboradores cujo comportamento incomoda aos demais profissionais acabam por contaminar os integrantes da equipe, prejudicando o ambiente de trabalho por inteiro e comprometendo resultados.

Os melhores candidatos atraídos por um bom recrutamento, escolhidos com cuidado por meio de uma seleção transparente e integrados à organização representam pessoas que irão compor equipes de alto desempenho e que serão destaques em sua área de atuação. Assim, o primeiro dia do novo colaborador deve ser especial!

Norberto Chadad

Presidente da Thomas Case & Associados

2 thoughts on “O primeiro dia do novo colaborador deve ser especial

  1. É interessante abordar este aspecto. Muitas empresas investem tempo, energia e recursos no processo de seleção, mas o clima organizacional faz com que todo este esforço seja em vão. O Manual de Boas Vindas é uma ideia simples e de significativo alcance.

    1. Olá, Renata! Excelente comentário. Realmente o Manual de Boas Vindas é uma ação que pode fazer a diferença no clima organizacional. Agradecemos por compartilhar suas impressões conosco. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *