Conflitos são inimigos inevitáveis da produtividade

Atente para as brincadeiras sem limites e fuja de assuntos que exponham a sua vida pessoal ou a de outra pessoa. Confira mais um artigo exclusivo de Norberto Chadad, Presidente da Thomas Case & Associados, para o app da Você S/A.

Os conflitos são comuns em muitas organizações, especialmente em empresas com um ambiente competitivo alto, mas eles só permanecem sem solução quando os envolvidos acreditam que têm algo a “ganhar”.

Ainda assim, os conflitos não são sempre ruins; eles podem inspirar a criação e a inovação em um processo de aprendizagem quando são tratados devidamente. Afinal, sem troca de opiniões contrárias, não existirá evolução nas ideias.

De forma preventiva, é possível evitar conflitos na organização. Aprender a gerenciá-los é fundamental para que o trabalho possa ser mais produtivo e eficiente para criar relações interpessoais saudáveis. Confira algumas sugestões para evitar essas situações.

Para a empresa:

Reconheça que a participação de todos é ponto fundamental para os resultados. Uma forma de preservar a equipe vitoriosa é reconhecer que o sucesso deles é fruto do trabalho em conjunto.

É necessário ter versatilidade para agradar a todos e impedir que pessoas se unam com o objetivo de “sabotar” as equipes. Ao presenciar uma performance acima da média por parte do subordinado, é possível que o líder se sinta ameaçado e deixe de atribuir oportunidades de crescimento à ele.

Nesse caso, a empresa deve expressar o propósito de cada um: ambos têm sua parcela de importância. O colaborador assediado precisa de apoio e de reconhecimento para crescer e apresentar bons resultados. Já o gestor necessita confiar e delegar mais tarefas a fim de obter um sucessor.

Propicie feedback entre o gestor e o colaborador. É preciso saber como um vê o trabalho do outro e entender o que cada um pode fazer para a melhoria do relacionamento.

A avaliação é uma forma de identificar o que pode ser aprimorado. Faça com que eles pratiquem a inteligência emocional para que conheçam a si mesmos e procurem conhecer os outros.

Ressalte a importância dos clientes internos. É importantíssimo que o conceito de clientes internos seja uma política da empresa. Cada colaborador deve entender que o trabalho dele irá influenciar o do colega; e que seu trabalho está diretamente ligado ao atendimento que também recebe.

O cliente interno saberá reconhecer esta atitude e, sem dúvida, contribuirá efetivamente para a percepção final do cliente externo.

Para o profissional:

Mantenha a humildade. Atitudes arrogantes afastam as pessoas. A humildade é muito importante: perguntar quando há dúvidas, no caso dos subordinados; ouvir os subordinados, no caso dos líderes.

Respeite a individualidade do outro. Lembre-se da diversidade que há em um ambiente de trabalho em que profissionais de diferentes culturas e crenças convivem.

Procure aderir regras que facilitam a convivência: evite fazer perguntas invasivas; não crie apelidos para as pessoas; olhe nos olhos de uma pessoa enquanto ela fala; atente para as brincadeiras sem limites; fuja de assuntos que exponham a sua vida pessoal ou a de outra pessoa.

Essas ações valem para todos os níveis de interação: com chefes, com pares e com subordinados.

Saiba ouvir opiniões. Seja flexível! É preciso aprender a lidar com imprevistos e ouvir opiniões variadas e divergentes. O profissional que argumenta e busca soluções deve saber também qual é a hora de ceder e harmonizar.

Quando nosso ambiente de trabalho se torna prazeroso, tudo flui melhor. Um clima organizacional leve e favorável promove o bem-estar corporativo e influencia no comportamento, nas relações entre as pessoas, na produtividade do trabalho e na saúde dos envolvidos.

Ele é essencial para a qualidade de vida no trabalho e para a melhoria da satisfação de vida do indivíduo, atingindo assim, o sucesso de todos. Que tal colocarmos estas dicas em prática?

Norberto Chadad

Presidente da Thomas Case & Associados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *